SMSBVC - Serviços Municipalizados de Saneamento Básico de Viana do Castelo

História

historia_tiraEm reunião da Câmara Municipal de 27 de Junho de 1928, é deliberada a municipalização dos Serviços de Águas com efeito a partir do 1º de Julho do mesmo ano. Nesta mesma reunião são lançadas as bases da referida municipalização e respectivo projecto de Regulamento para abastecimento e consumo.

Em 04 de Julho de 1928,nos termos do Decreto-Lei 13350 de 25 de Março de 1927, foi constituída e nomeada em sessão camarária a Comissão Administrativa dos Serviços Municipalizados de Viana do Castelo, presidida pelo Capitão Gaspar Malheiro Pereira de Castro (à altura também presidente de câmara), pelo Tenente Jacinto de Magalhães Faria Araújo, como Vice-Presidente e pelo Tenente Alberto Sousa Machado como Secretário.

A referida Comissão, reúne pela primeira vez em 15 de Janeiro de 1930, por força da municipalização da iluminação pública. Na mesma reunião, foi proposto e aprovado por unanimidade o contrato com o Eng. Civil Carlos Alberto da Costa Martins Vieira, para Director dos Serviços Municipalizados.

Entre 1930 e 1970, o abastecimento de água dissemina-se na área citadina. Tendo em 1932 os Serviços Municipalizados cerca de 1.423 consumidores de água na cidade.

A 20 de Outubro de 1971 é deliberada a municipalização dos serviços de Saneamento, serviços estes que no final da década de 80 terão um forte incremento por força dos fundos comunitários.

Em 1984, é concluído o projecto de captação de água do Rio Lima, em Bertiandos e em 1985 é concluída a captação de Barroselas, no Rio Neiva.

A 01 de Janeiro de 1986 é concessionada à Electricidade de Portugal – Empresa Pública (EDP – EP),o serviço de iluminação pública e particular, que contava na altura com 29.837 consumidores.

A 01 de Março de 1991 são integrados nos Serviços Municipalizados os serviços de recolha, depósito e tratamento de resíduos sólidos domésticos, bem como os de higiene e limpeza urbana, até então assegurados pela Câmara Municipal.

Da denominação inicial de Serviços Municipalizados de Viana do Castelo, passou em 1991 à designação actual de Serviços Municipalizados de Saneamento Básico de Viana do Castelo.
A sede social, também ela foi sofrendo alterações, de acordo com as necessidades geradas pelo crescimento natural dos Serviços. Da instalação provisória, na sala contígua à sala de sessões da Câmara Municipal nos antigos Paços do Concelho, na actual Praça da República, passou para a Rua General Luís do Rego, nº 33 a 35 e depois para a Rua Cândido dos Reis. Posteriormente, já em 1988, passou para o edifício conhecido como Vila Rosa na Rua Rocha Paris. Em 1993 instalam-se em definitivo naqueles que eram os seus antigos armazéns, entretanto reconvertidos para o efeito, sito à Rua Frei Bartolomeu dos Mártires.

Em Dezembro de 1998, entra em funcionamento o Aterro Sanitário, cuja gestão foi concessionada à Resulima

A 31 de Maio de 1999 entra em funcionamento o sistema de saneamento da Orla Litoral Norte, englobando a Estação de Tratamento de Águas Residuais da Cidade.

Em Julho de 2000, é constituída a empresa Águas do Minho e Lima, S.A. com responsabilidade de construir, explorar e gerir o Sistema Multimunicipal em alta de Abastecimento de Água e Drenagem de Águas Residuais do Minho e Lima.
Em Maio de 2006 entram em funcionamento as ETAR’s de Lanheses e de Barroselas.

Nesta altura os SMSBVC, contam com 39.000 consumidores de água, 31.000 utilizadores da rede saneamento e recolha diária de resíduos sólidos a 100% da população.
É honrando um passado de 83 anos que os Serviços Municipalizados de Saneamento Básico de Viana do Castelo, se apresentam, num esforço e desafio constante, a impulsionar quotidianamente a qualidade de vida e bem-estar dos vianenses.

 

Acessos Rápidos

factura electrónica

factura

tarifarios

leituras

Piquete

Piquete

 

reduza_consumo

Autenticação Funcionários

Menu principal

Subscrever Newsletter


SMSBVC - Serviços Municipalizados de Saneamento Básico de Viana do Castelo © 2009 Desenvolvido por José Costa