SMSBVC - Serviços Municipalizados de Saneamento Básico de Viana do Castelo

servicos_online
Serviços Municipalizados Certificados
No passado dia 20 de Março os Serviços Municipalizados de Saneamento Básico de Viana do Castelo (SMSB VC) receberam da Associação Portuguesa de Certificação (APCER) um diploma que atesta a conformidade deste organismo com Sistema de Gestão da Qualidade, Norma ISO 9001:2000.

Na cerimónia realizada no auditório da Associação Industrial do Minho, o Presidente da Câmara, Defensor Moura enalteceu o excelente trabalho desenvolvido pelos SMSBVC e sublinhou a importância que esta certificação tem para a qualidade da população do concelho.

Por seu lado, o Presidente da APCER destacou a relevância deste tipo de certificação na Administração Pública, felicitando os SMSBVC pela iniciativa e pelos resultados obtidos. Terminou afirmando a sua convicção de que os clientes dos SMSBVC, constatarão, de forma gradual e consistente, os benefícios da implantação deste sistema.

O Sistema de Gestão da Qualidade agora certificado pela APCER assenta na filosofia de gestão por processos a qual garante o envolvimento de todos os colaboradores e requalifica-os, cria uma cultura de melhoria contínua e determina responsabilidades, o que conduz à melhoria da organização, tendo em vista a satisfação dos Clientes.

O sistema implementado é composto por 28 procedimentos e 58 instruções de trabalho, tendo sido criados indicadores e metas para monitorização e avaliação do desempenho. Foram assim certificados os serviços de tratamento e armazenagem de água para distribuição; orçamentação de ramais, fornecimento de cadastro e gestão de contadores; atendimento e cobrança dos serviços de água, águas residuais e resíduos sólidos; recolha e transporte de RSU's indiferenciados; higiene e limpeza urbana da cidade de Viana do Castelo.

Neste sentido, Vitor Lemos, Administrador dos SMSB, frisou que já é possível responder à montagem de um contador em 24 horas, bem como, a um pedido de ramal ou vistoria em menos de 8 dias.

Finalizou referindo que a certificação é uma garantia de qualidade do funcionamento, por isso os SMSB VC vão contribuir de forma sustentada para a qualidade de vida dos cidadãos do concelho de Viana do Castelo.

n1_b
n1_c
 
Pacotes de leite serão depositados apenas nos «embalões»
Os pacotes de leite ou sumo vão passar a ser colocados nos embalões (contentor amarelo), sendo eliminada a indicação contida nestas embalagens para serem colocadas no contentor azul do ecoponto, anunciou hoje a entidade gestora destes resíduos.
Há mais de oito anos que Portugal é um dos únicos países da Europa onde alguns municípios, a empresa que comercializa a maior parte deste tipo de embalagens de cartão complexo (Tetra Pak) e a própria entidade gestora (Sociedade Ponto Verde, SPV) recomendavam a deposição dos pacotes de leite ou sumo no contentor do cartão/papel.
Alguns municípios davam a indicação para depositar as embalagens no contentor amarelo do ecoponto - destinado aos plásticos e metais -, e outros o contentor azul - destinado ao papel/cartão.
«Os argumentos de ambas as partes foram-se mantendo válidos e não parecia possível um consenso, levando a situações até bizarras como as de consumidores que tinham seguir uma regra na sua zona de residência e outra diferente no seu local de trabalho», afirmou à agência Lusa o director-geral da SPV, Luís Veiga Martins.
Mas agora a regra de deposição das ECAL (embalagens de cartão para alimentos líquidos) passa a ser a mesma para todo o País: o contentor amarelo do ecoponto.
A SPV diz que, ao longo deste tempo, «assegurou e continua a assegurar» que, independentemente do contentor onde as embalagens fossem colocadas (amarelo ou azul) estas são encaminhadas para reciclagem.
Com o objectivo de uniformizar ou harmonizar esta regra, a SPV, a Recipac (Fileira do Papel/Cartão) e os Sistemas Municipais e Autarquias aderentes ao sistema Ponto Verde criaram um grupo de trabalho que concluiu ser mais indicado a deposição no contentor amarelo.
«Para facilitar a separação por parte dos consumidores era essencial que se acordasse numa indicação comum para a colocação dos pacotes de leite e sumos. Agora que se chegou a esse consenso, todos nos congratulamos com o resultado alcançado», afirmou o director-geral.
Mas muitas das embalagens que circulam actualmente no mercado têm ainda a indicação do contentor do ecoponto azul onde devem ser colocadas, uma vez que essa era a indicação da SPV para os pacotes de leite.
«É natural que durante algum tempo seja esta a indicação que surja nas e mbalagens. Os embaladores precisarão de tempo para rectificar esta indicação, já que esta alteração irá implicar, não só o escoamento dos stocks já existentes (embalagem e produto final), como também a alteração dos rótulos das embalagens», adiantou Luís Veiga Martins.
A SPV adianta que todas as empresas embaladoras aderentes da do sistema Ponto Verde foram já contactadas no sentido de analisarem a melhor forma de alterar no mais curto espaço de tempo esta indicação.
Diário Digital / Lusa
 


Pág. 25 de 25

Acessos Rápidos

factura electrónica

factura

tarifarios

leituras

Piquete

Piquete

 

reduza_consumo

Autenticação Funcionários

Menu principal

Subscrever Newsletter


SMSBVC - Serviços Municipalizados de Saneamento Básico de Viana do Castelo © 2009 Desenvolvido por José Costa